CAUSA DE CANONIZAÇÃO

PRK_032

Histórico

Observando a contínua e crescente fama da santidade após a morte do Padre Rodolfo Komorek, em 11 de dezembro de 1949, o bispo diocesano, em 31 de janeiro de 1964 iniciou o Processo Ordinário sobre a fama de santidade e sobre as virtudes do Padre Rodolfo e, concluiu o mesmo, em 20 de junho de 1969.

O Processo Ordinário Informativo celebrado nos anos de 1964-1969, aprovado e confirmado pela Congregação das Causas dos Santos mediante o decreto promulgado no dia de 20 de abril de 1990, autorizou a preparação d a Positio, na qual discutiu-se se ele teria vivido de forma heróica as virtudes.

No dia 29 de novembro de 1994 realizou-se com pleno êxito uma especial Reunião dos Consultores Teólogos. Em seguida, os Cardeais e os Bispos, em sessão ordinária no dia 14 de março de 1995, confirmaram que o Padre Rodolfo Komorek viveu de modo heróico as virtudes teologais, cardeais e as que lhes são anexas.

Assim, depois de apresentada pelo Cardeal a vida e virtudes do Padre Rodolfo Komorek ao Papa São João Paulo II, Vossa Santidade acolheu a decisão da Congregação da Causas dos Santos, aprovando e mandando que se redigisse o decreto a respeito das virtudes heróicas, concedendo-lhe em Roma, no dia 6 de abril de 1995, o título de Venerável.

Situação da Causa

Após a declaração da venerabilidade, a beatificação é a etapa intermediária em vista da canonização.  Logo, a Causa do Padre Rodolfo Komorek aguarda o reconhecimento de um milagre por sua intercessão. Este evento milagroso é geralmente uma cura considerada cientificamente inexplicável, julgada como tal por uma comissão médica convocada pela Congregação para as Causas dos Santos e composta por especialistas, tanto crentes como não crentes. Por isso, é importante, para fins de reconhecimento, que a cura atribuída a intercessão do Padre Rodolfo Komorek seja completa e duradoura.

 Com a aprovação de um milagre atribuído a intercessão do Padre Rodolfo Komorek, os Bispos e Cardeais da Congregação para a Causa dos Santos também se pronunciarão sobre o mesmo milagre e o Santo Padre autorizará o decreto relativo. Assim o Venerável Padre Rodolfo Komorek poderá ser beatificado. Após este anúncio, ele poderá ser inscrito no calendário litúrgico da diocese e da congregação, no aniversário da sua morte ou num dia considerado particularmente significativo.

gdpr-image
Olá. É importante que leia isso: Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, concorda com a utilização de TODOS os cookies.
cookies